Queridos irmãos,

Esses dias o Senhor me levou a ler e meditar no livro de Rute, e no primeiro momento esse livro me pareceu simples e até mesmo raso em conteúdo, mas ao buscar um estudo mais profundo sobre o livro, o Senhor, através do irmão John Piper, me mostrou coisa maravilhosas e profundas. Aprendi lições valiosas com esse livrinho, de apenas 4 capítulos. Então eu decidi transcrever o estudo aqui para compartilhar com vocês. Espero que seja edificante. Não se preocupem que eu não esqueci do estudo de Romanos.





Meu objetivo é estudar o livro de Rute um capítulo por vez. O livro de Rute é uma história que mostra como "Deus se move de maneira misteriosa, e maravilhosa". Essa é uma história para pessoas que se perguntam onde está Deus quando não há sonhos ou visões ou profetas. É para pessoas que querem saber onde Deus está quando uma tragédia após a outra ataca a sua fé. É uma história para as pessoas que se perguntam se uma vida de integridade em tempos difíceis vale a pena. E é uma história de pessoas que não podem imaginar que qualquer coisa grande poderia vir de sua vida ordinária. É um refrescante livro, e eu quero que você seja revigorado e encorajado esta.


A Obra de Deus em momentos difíceis



De acordo com 1:1, a história teve lugar durante o tempo dos juízes. Este foi um período de 400 anos depois que Israel entrou na terra prometida sob liderança de Josué e não havia nenhum rei em Israel (cerca BC 1500-1100 AC). O livro de Juízes vem um pouco antes de Rute em nossas Bíblias e você pode ver em seu último versículo que tipo de período era. Juízes 21:25 diz: "Naqueles dias não havia rei em Israel, cada um fazia o que era reto aos seus próprios olhos." Esse era um tempo muito escuro em Israel. As pessoas pecavam, e Deus mandava inimigos contra eles, o povo pedia socorro, e Deus misericordiosamente levantava um juiz para libertá-los. Novamente e novamente o povo se rebelou, e parecia que os propósitos de Deus para a justiça e glória de Israel estavam falhando. E o que o livro de Rute significa para nós é um vislumbre do trabalho oculto de Deus durante o pior dos tempos.

Olhe para o último versículo de Rute (4:22). A criança nascida de Rute e Boaz durante o período dos juízes é Obede. Obede iria gerar Jesse e Jesse iria gerar Davi, que levaria Israel a grande glória. Uma das principais mensagens deste pequeno livro é que Deus está trabalhando no pior dos tempos. Mesmo com os pecados de seu povo Ele pode e tem trabalhado para sua glória. É verdade, a nível nacional, e vamos ver que é verdade a nível pessoal, familiar, também. Deus está trabalhando no pior dos tempos. Quando você pensa que Ele está distante de você, ou até se voltou contra você, a verdade é que Ele está criando alicerces para a maior felicidade em sua vida.

“Não julgue o Senhor com débil entendimento mas a confie na Sua graça. Atrás de uma providência carrancuda Ele esconde uma face sorridente.” Acho que essa é a mensagem de Rute. Vamos ver como o autor desconhecido, sob a inspiração do Espírito Santo, ensina-nos.

Adicionando Luto à Fome

Os versículos 1-5 descrevem a miséria de Noemi. Primeiro (1:1), há uma fome em Judá onde Noemi e seu marido Elimeleque e seus filhos Malom e Quiliom vivem. Noemi sabe muito bem que provoca a fome. Deus provoca. Levítico 26:3-4 diz:

“Se andardes nos meus estatutos, e guardardes os meus mandamentos, e os cumprirdes, então eu vos darei as chuvas a seu tempo; e a terra dará a sua colheita, e a árvore do campo dará o seu fruto;”



Quando as chuvas são retidas, é a mão dura de Deus. Então, eles tomam a decisão de ir habitar em Moabe, uma terra pagã com deuses estrangeiros (1:15; Juízes 10:6). Isso foi brincar com o fogo. Deus tinha chamado seu povo para que vivam separados das terras vizinhas. Então, quando o marido de Noemi morre (1:13), o que ela poderia sentir além do juízo de Deus?  Além disso acrescentou tristeza à fome?


Então (em 1:04), seus dois filhos, tomam mulheres moabitas, uma chamada Orfa, e outra Rute. E mais uma vez a mão de Deus cai sobre eles. Versículo 5 resume a tragédia de Noemi após dez anos do casamento de filhos: " E morreram também ambos, Malom e Quiliom, ficando assim a mulher desamparada dos seus dois filhos e de seu marido." A fome, uma mudança para Moab, a morte de seu marido, o casamento de seus filhos com esposas estrangeiras, e a morte de seus filhos. Um golpe após outro golpe, tragédia atrás de tragédia. E agora?

Tentativas de Noemi de devolver Rute e Orfa

No versículo 6 Noemi fica sabendo que "o Senhor visitou o seu povo e deu-lhes comida." Então, ela decide voltar para Judá. Suas duas noras, Rute e Orfa, vão com ela parte do caminho pelo que parece, mas, em seguida, nos versos 08-13 ela tenta convencê-las a voltar para casa. Eu acho que existem três razões pelas quais o escritor dedica muito espaço ao esforço de Noemi para devolver Rute e Orfa.

Miséria de Noemi

Primeiro, a cena destaca a miséria de Noemi. Por exemplo verso 11, Noemi disse: “Voltai, minhas filhas. Por que iríeis comigo? Tenho eu ainda no meu ventre mais filhos, para que vos sejam por maridos? Voltai, filhas minhas, ide-vos embora, que já mui velha sou para ter marido;" Em outras palavras, Noemi não tem nada para lhes oferecer. Sua condição é pior que a delas. Se elas tentarem ser fieis a ela e ao nome de seus maridos, elas encontraram nada além de dor. Assim, ela conclui no final do versículo 13: " Não, filhas minhas, que mais amargo me é a mim do que a vós mesmas; porquanto a mão do SENHOR se descarregou contra mim." Não venha comigo, porque Deus é contra mim. Sua vida pode ser tão amarga quanto a minha.



Um costume israelita


A segunda razão para os versículos 8-13 é preparar-nos para um costume em Israel que vai transformar tudo em torno de Noemi nos seguintes capítulos. O costume era que quando o marido israelita morresse seu irmão ou parente próximo se casaria com a viúva para continuar o nome do falecido (Deuteronômio 25:5-10). Noemi está se referindo a esse costume (no versículo 11) quando ela diz que não tem filhos para se casar com Rute e Orfa. Ela acha que é impossível para Rute e Orfa continuem empenhadas ao nome da família. Ela não se lembra, evidentemente, que há outro parente chamado Boaz que possa executar o dever de um irmão.

Há uma lição aqui. Quando decidimos que Deus é contra nós, geralmente exageram o nosso desespero. Tornamo-nos tão amargos que não podemos ver o raios de luz espreitando ao redor das nuvens. Foi Deus quem acabou com a fome e abriu o caminho de volta para casa (1:6). Foi Deus quem preservou um parente para continuar a linha de Noemi (2:20). E foi Deus que constrangeu Rute a ficar com Noemi. Mas Noemi está tão amargurada pela providência de Deus, que ela não consegue ver sua misericórdia e trabalho em sua vida.

A fidelidade de Rute

A terceira razão para os versículos 8-13 é fazer com que a fidelidade de Rute a Noemi parecer surpreendente. O versículo 14 diz que Orfa beijou Noemi e se foi, mas Rute se agarrou a ela. Nem mesmo outra súplica outra no verso 15 pode mandar Rute embora. Este é o mais impressionante após a descrição sombria da Noemi a respeito de seu futuro. Rute fica com ela, apesar de aparentemente não ter esperança para o futuro. Noemi pintou o futuro preto e Rute pegou sua mão e foi junto com ela.

As palavras surpreendentes de Rute são encontradas em 1:16-17,

Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.


Mulher Ideal de Deus



Quanto mais você refletir sobre essas palavras, o mais surpreendente se tornam. O compromisso de Rute com a sua sogra indigente é simplesmente surpreendente. Em primeiro lugar, isso significa deixar sua família e sua terra. Em segundo lugar, isso significa também uma vida de viuvez e sem filhos, porque Noemi não tem homem para dar. Em terceiro lugar, significa ir para uma terra desconhecida, com um novo povo e novos costumes e língua. Em quarto lugar, era um compromisso ainda mais radical do que o casamento: "Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada” (v. 17). Em outras palavras, ela nunca vai voltar para casa, mesmo que Noemi morra. Mas o compromisso mais impressionante de tudo é este: "O teu Deus será meu Deus" (V. 16). Noemi acaba de dizer no versículo 13, "A mão do Senhor foi contra mim." Então a experiência de Noemi com Deus foi amarga. Mas, apesar disso, Rute abandona sua herança religiosa e toma o Deus de Israel como seu Deus. 


Talvez ela tivesse feito esse compromisso anos antes, quando seu marido lhe disse do grande amor de Deus por Israel e seu poder no Mar Vermelho, e seu propósito glorioso de paz e justiça. De alguma forma Rute veio a confiar em Deus, apesar da amarga experiência de Noemi.



Aqui temos uma imagem de mulher ideal de Deus. Fé em Deus que vê além de circunstâncias amargas. Liberdade das seguranças e confortos do mundo. Coragem para se aventurar no desconhecido e no estranho. Compromisso radical nas relações designadas por Deus. 

Estudo completo para baixar: Download

10 comentários :

  1. A historia de Rute é emocionante...Noemi não prometeu a Rute que se ela a acompanhasse as coisas melhorariam. Noemi não disse a Rute: Vamos, pois tudo em Belém será diferente! Antes porém, Noemi insistiu com Rute para que ela ficasse, pois ela não tinha expectativa quanto ao seu futuro, ela não via nada além da dor do seu coração,mas Rute uma mulher de fé, disse: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o SENHOR, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso,me ajudou muito.Deus abençoe...

    ResponderExcluir
  3. Muito lindo e edificante este este estudo. Eliude Oliveira

    ResponderExcluir
  4. Ameii ... sentir Deus só em ler! Deveria ter mais até o 4

    ResponderExcluir
  5. Ameii ... sentir Deus só em ler! Deveria ter mais até o 4

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. O estudo está completo no link http://www.4shared.com/office/GTbDDPci/John_Piper_-_Sob_as_asas_de_De.html

      Excluir
  6. As vezes estamos com o Pai,adorando,bendizendo,conquistando...
    Mais existe algumas épocas da nossa vida que nos esquecemos de tudo...da provisão,dos conselhos..e o Senhor vem e levanta pessoas para nos lembra Dele!

    ResponderExcluir
  7. Eu queria ler mais, a continuação, foi muito, muito bom.

    ResponderExcluir
  8. Maravilhoso. Nao tem como publicar os outros? Gostaria de continuar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O link para o estudo completo para você baixar e imprimir é esse: http://www.4shared.com/office/GTbDDPci/John_Piper_-_Sob_as_asas_de_De.html

      Graça e Paz!!

      Excluir

O seu comentário é muito bem vindo e será respondido o mais rápido possível. Porém, gostaria de solicitar que todos os comentários sejam respeitosos e sobre o tema citado na postagem. Além disso, não aceitaremos postagens anônimas. Desde já, agradeço!